Frio e dores no corpo: entenda o motivo

Com a queda das temperaturas muitas pessoas começam a se queixar de dores nas articulações. Entenda o que acontece com o nosso corpo.

As baixas temperaturas significam aumento de dores, principalmente nas pessoas que tem doenças crônicas, como a artrose, ou seja as mudanças bruscas de temperatura colaboram sim para o aumento das dores articulares.

No inverno as pessoas tendem a ficar mais encolhidas, principalmente os mais idosos. Os músculos se contraem, diminui o fluxo sanguíneo, e a friagem evidencia a sensibilidade, piorando muito as dores.

Ela realmente ocorre quando ficamos expostos ao frio devido a uma resposta de nosso corpo que busca a todo custo manter o calor, mantendo o equilíbrio térmico.

O corpo humano, para funcionar bem, deve ser mantido a uma temperatura interna entre 36°C e 37°C –tarefa nada fácil quando os termômetros marcam 10°C, por exemplo.

A mudança repentina de temperatura causa a diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos, o que força as articulações a ficarem mais contraídas para que o fluxo sanguíneo possa ser mantido. “Com menos sangue e calor nas extremidades do corpo, os receptores da dor ficam mais sensíveis e são ativados ao menor estímulo“.

Exercícios físicos, por exemplo ajudam para aumentar a temperatura corporal, estimulam a produção de endorfina, que tem um papel importante no controle da percepção da dor.

Deve-se caprichar no aquecimento pré-treino, e, se possível realizar compressas quentes nos músculos perto da dor, prevenindo o espasmo e melhorando a função muscular.

Então, movimente-se.

Gostou do texto?  Deixe um comentário em nosso post e aproveita pra ir no instagram e facebook ver mais dicas.

Até a próxima leitura!

Postado por:

Alessandra Cardoso

Fisioterapeuta

INSTAGRAM | FACEBOOK

Alessandra Cardoso

Marcado com , , , , ,

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: