Categoria: Sinto, logo escrevo

Textos, que falam de autoconhecimento de uma maneira leve e que levam a profundas reflexões.

A Viagem – SINTO, LOGO ESCREVO

Quem nunca viajou de avião e repensou a vida inteira? Fico me perguntando se isso acontece porque lá em cima nos damos conta da nossa insignificância diante de uma imensidão de azul e brancas nuvens. Lá em cima, se algo acontecer, não há o que fazer, então só nos resta confiar que da subida à […]

Continue a ler

Singular – SINTO, LOGO ESCREVO

Que ninguém é igual a ninguém eu sei.
Na verdade acho que isto é o que temos de mais lindo – a singularidade – que ao mesmo tempo se mistura ao que é comum a todos – o sentir.

Continue a ler
florecer en sororidad autoria desconhecida

Amizade Que Salva – SINTO, LOGO ESCREVO

Amizade: sentimento de grande afeição, simpatia, apreço entre pessoas ou entidades. Fui procurar no Google (que pena que não usamos mais dicionários), o significado da palavra amizade, pois quando penso nesta palavrinha, só me vem à mente a palavra salvação. Foi Clarice Lispector quem escreveu “amizade é matéria de salvação“. Quando li esta frase, algo […]

Continue a ler

Quem sou eu, quem é você? – SINTO, LOGO ESCREVO

Quem sou eu,  quem é você? As vezes há tanto a escrever, tanto mesmo, que os dedos dançam fluidamente na tela do celular. A cada palavra digitada, sinto que dentro de mim um tijolinho a mais, da construção de mim mesma, é colocado acima do outro. Como um prédio em construção, que teve sua base […]

Continue a ler

Gente gostosa – SINTO, LOGO ESCREVO

O que é gente gostosa para você? Corpo “sarado”? Como dizem: bumbum na nuca? Se você pensa assim, ok! Eu penso diferente.

Continue a ler
fernanda matos

Sobre o que escrever? – Sinto, logo escrevo

O fato é que comecei a escrever ano passado, em um momento da minha vida que apesar de delicado, eu estava me sentindo muito livre. 
O momento delicado era em razão de eu estar desempregada. Neste período, que durou seis meses, eu escrevi quase todos os dias. Alguns textos publiquei aqui no blog, outros compartilhei apenas com poucos amigos, também escrevi poesias e as palavras simplesmente brotavam do meu coração para as minhas mãos. 

Continue a ler

Ta faltando humor – SINTO, LOGO ESCREVO

Logo de manhã me deparei com o texto da Lya Luft (inclui um trecho logo abaixo) que me fez refletir sobre como é simples ou pelo menos deveria ser simples rir, se divertir, ser feliz.

Continue a ler

E eu escrevo… -Sinto, logo escrevo

Eu sigo na minha busca pelo autoconhecimento. Como já disse aqui em outros textos, a escrita me ajuda neste caminho. Sinto que quando escrevo as palavras vão solidificando minhas descobertas sobre mim mesma. Nem sempre é fácil encarar estas descobertas, pois há sempre as crenças de uma vida inteira me convidando a ficar ali, no meu mundo já “conhecido”, é por isso que concordo totalmente com Clarice Lispector: As vezes escrever uma só linha basta para salvar o próprio coração.


Continue a ler

O silêncio da madrugada – Sinto, logo escrevo

A madrugada serve pra que? Se for para dormir, meu corpo não entendeu o recado esta noite. Eu acordei às 2:40 e já são quase 5 horas da manhã.
O curioso é que neste período acordada, uma amiga, que tem uma bebê de 2 meses em casa, me respondeu um WhatsApp enviado ontem, junto veio a foto da bebê sorrindo e eu pensei: esse sorriso deve compensar as noites em claro da mamãe.

Continue a ler

TPM – SINTO, LOGO ESCREVO

Tenho o compromisso comigo mesma de escrever todos os dias. A prática me ajuda no processo de encontrar o “meu jeito” de escrever. Mas tem dias que, como o de hoje, que eu não estou com vontade de escrever, pois só me vem à cabeça sentimentos chatinhos de processar, quem dirá de escrever e dividir […]

Continue a ler
uber gentileza

Gentileza gera gentileza – Sinto, logo escrevo

Hoje eu peguei um Uber e em 10 minutos de trajeto batemos um papo tão bom, mas tão bom, que no final do trajeto o motorista sorria, eu sorria e minha vontade era de sorrir para todos que cruzavam meu caminho!

Continue a ler
%d blogueiros gostam disto: