O silêncio da madrugada – Sinto, logo escrevo

A madrugada serve pra que? Se for para dormir, meu corpo não entendeu o recado esta noite. Eu acordei às 2:40 e já são quase 5 horas da manhã.

O curioso é que neste período acordada, uma amiga, que tem uma bebê de 2 meses em casa, me respondeu um WhatsApp enviado ontem, junto veio a foto da bebê sorrindo e eu pensei: esse sorriso deve compensar as noites em claro da mamãe. E um amigo que mora em outro país, comentou um post meu no Instagram, no caso dele imagino que esteja acordado por conta do fuso horário, na Holanda já é de manhã, ne? Um outro amigo curtiu uma foto no Instagram, como ele trabalha em Porto, deve estar trabalhando no turno da noite. E uma amiga acordou e respondeu o meu WhatsApp, que mandei dizendo que tinha perdido o sono (com uma foto da minha caneca de cha que eu preparei a pouco). Achei que ela só veria de manhã minha mensagem, mas ela também perdeu o sono.

Mas não estou escrevendo para falar da movimentação das minhas redes sociais, nem para entregar meus amigos que também estão acordados nesta madrugada, o que eu quero falar é do silêncio da madrugada.

Que som delicioso esse do silêncio da madrugada! Gente, existe som no silêncio e ele tem algo de especial que te faz refletir muito sobre a vida. Durante o dia eu não costumo ficar refletindo sobre a vida, deve ser porque há muita distração ao redor – sons de fora, sons de dentro de casa e até uma movimentação muito maior de mensagens de amigos chegando no celular – mas esta noite eu pensei em tanta coisa, inclusive ideias de textos para escrever e compartilhar aqui.

Agora me bateu o sono, mas perder o sono hoje e ter tido a oportunidade de contemplar esse silêncio da madrugada me fez tomar uma decisão: vou começar a escrever na madrugada!

Marcado com , ,

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: