A democrática São Paulo – Sinto, logo escrevo

Este fim de semana eu estou em São Paulo. Eu sou Santista, ou seja, moro super perto de Sampa. Nunca morei aqui, apenas trabalhei, mas toda vez que venho à cidade, eu me sinto uma turista cheia de vontade de aproveitar cada lugar, cada atração que a cidade oferece!

Se tem uma cidade que é democrática, essa cidade é São Paulo!

Eu amo caminhar pelas ruas do centro, adoro a Paulista e a Augusta! Amo os bares da Vila Madalena, amo os cafés alternativos que encontro em cada portinha dos casarões antigos. Amo as feiras!

Feira é um mundo a parte pra mim! Fico horas andando, parando nas barraquinhas, experimentando roupas, bijus, vendo as artes. Eu acho incrível a quantidade de produtores locais – gente criativa, que atende bem, que vive da sua arte e que se ajuda – sim, se ajuda, pois raramente se vê uma feira de produtores locais deslanchar em outras cidades! Aqui as feiras funcionam super bem e só crescem!

Mas o que mais me encanta aqui é que dificilmente você verá alguém olhando torto para alguém na rua por este ser diferente. Aqui as pessoas andam vestidas como querem. Meninos andam abraçados com meninos, meninas andam de mãos dadas com meninas, todos andam livremente, podem usufruir da liberdade de ser quem são.

Mas, como eu não escrevo a coluna de viagem aqui no blog, quem o faz muito bem é a minha colega Grazi Di Camilis, eu escrevo apenas para compartilhar aqui a minha impressão sobre o que vi nas pessoas quando andavam pelas ruas da cidade. Ainda assim, se quiser seguir minha dica, eu realmente recomendo: conheça São Paulo! Não os shoppings, ande nas ruas, conheça as feiras, as praças, a Pinacoteca do Estado! Enfim, aproveite esta cidade louca, deliciosa e como eu já disse acima, democrática!

Marcado com , , , , , , ,

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: