Mas no fim das contas… – Sinto, logo escrevo

A gente trabalha, estuda, paga conta, vai a restaurante caro, pede um vinho, tira foto do prato, posta no Instagram…

Mas no fim das contas, o almoço de domingo em família, com a comidinha feita pela mãe, é tudo que você deseja.

A gente trabalha, estuda, paga conta, planeja, espera, viaja por este mundão, conhece pessoas, tira foto, posta no Instagram…

Mas no fim das contas, voltar para casa, se jogar no seu sofá, rever sua família, é tudo que você deseja.

A gente intui, almeja, espera, acredita…

Mas no fim das contas, só pede pra ter saúde e continuar sendo feliz ao lado de quem ama.

Autor: Fernanda Matos

Estou em processo de auto descoberta. Sinto que essa busca nunca terá fim. Neste processo passei a escrever e por generosidade da vida, minhas escritas passaram a tocar as pessoas. Sou formada em Jornalismo e faço diversos cursos de autoconhecimento, mas isso não importa, pois quando escrevo sou apenas uma pessoa que sente e quer compartilhar, por isso, todo domingo escrevo aqui no blog o meu: Sinto, Logo Escrevo.

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.