19 de junho – Dia do cinema brasileiro

Sem dúvida alguma, o cinema brasileiro é um importante mecanismo de comunicação, agente difusor da imagem e da cultura nacional. Divulga a identidade de nossa Nação não apenas para o seu povo, mas para o mundo, trazendo ainda uma visão para nós de outros países. A sua proposta, o seu diferencial, tem sido justamente destacar a identidade nacional, retratar o Brasil.

19 de Junho é o dia escolhido pela Ancine (Agencia Nacional do Cinema) para comemorar o Dia do Cinema Brasileiro. Foi nesta data, em 1889 que o primeiro filme em movimento genuinamente nacional foi rodado pelo cinegrafista italiano Afonso Segreto ao chegar da Europa a bordo do navio “Brèsil”.

Central do Brasil (Walter Salles, 1998)

Quando se fala em cinema brasileiro, é comum lembrar-se de alguns períodos específicos da cinematografia nacional, como as chanchadas da Atlântida, o Cinema Novo, a era da Embrafilme, e, mais recentemente, o que se convencionou chamar de Retomada, uma nova tomada de fôlego para o cinema do Brasil depois de um período turbulento no qual filmes nacionais quase desapareceram das salas de exibição.

O contexto atual do cinema brasileiro tem exemplos de grandes sucessos, como Cidade de Deus e Tropa de Elite, que levaram a produção brasileira para outro patamar de reconhecimento. Fazer cinema no Brasil ainda é um desafio, mas o século 21 tem apresentado algumas alternativas, que vão desde o barateamento da tecnologia (para filmar, pós-produzir, distribuir e exibir) até os investimentos governamentais.

Bingo: O Rei das Manhãs (Daniel Rezende, 2017)

Momento de trevas

Infelizmente 2019 tem sido um ano de grande desafio para o cinema brasileiro. Temos acompanhado paralisação e corte de recursos, censura a comerciais, entre outras coisas.

A diretora-presidente da Spcine, a Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo, Laís Bodanzky, publicou no Instagram oficial da empresa uma carta aberta para expor o posicionamento do órgão sobre os recentes movimentos de setores governistas na cultura e, particularmente, no audiovisual do Brasil.

“Diante do cenário alarmante, a Spcine manifesta seu repúdio ao que considera o desmonte da política audiovisual brasileira. Os acontecimentos recentes – pedido do Tribunal de Contas da União para suspender novos contratos da ANCINE e paralisação nos repasses da agência – põem em risco um setor responsável por alavancar anualmente mais de R$ 20 bilhões no PIB do país e empregar mais de 330 mil trabalhadores. (…)

(…) As recentes notícias, somadas à retirada do patrocínio de empresas públicas de ações de Cultura, acendem uma luz vermelha para o audiovisual brasileiro, botando em risco as conquistas de um setor que se manteve em franco crescimento mesmo com a crise em outros segmentos da economia.

Prova da relevância do conteúdo nacional é a participação nos principais eventos de audiovisual do mundo. Ao longo dos últimos anos, o cinema brasileiro marcou presença em festivais e premiações como o Oscar, Sundance (EUA) e Berlim (Alemanha), só para citar alguns.

E, mesmo em meio à grave situação, o Brasil, estará na edição deste ano do Festival de Cannes (França), com participação em SETE longas-metragens, incluindo a disputa pela Palma de Ouro, maior honraria do cinema mundial, e exibições nas mostras Um Certo Olhar, Quinzena dos Realizadores e L’ACID. (…)” – Parte da carta aberta de Laiz Bondanzky.

Nós somos a Indústria do Audiovisual no Brasil, muito prazer!

Resiliência

E mesmo diante dessa luta, o cinema brasileiro mostra sua resiliência trazendo prêmios pra casa e sendo reconhecido mundialmente através de obras como “Bacurau” de Kleber Mendonça, vencedor do prêmio do júri no Festival de Cannes. Essa é a primeira vez que o Brasil vence o prêmio do júri em Cannes.

Kleber Mendonça recebe o prêmio do Juri no Festival de Cannes 2019.

Então, hoje é dia pra comemorar por temos cinema no Brasil e lutarmos por continuar tendo. Por que o cinema é muito poderoso, o cinema pode mudar pessoas e elas podem mudar o mundo!

Postado por Tiago Cardoso
@streettiago

Fontes:
http://www.brasil.gov.br/noticias/cultura/2015/06/hoje-e-o-dia-do-cinema-brasileiro https://www.jj.com.br/jundiai/coluna-do-martinelli-19-de-junho-e-o-dia-do-cinema-nacional/
https://www.metrojornal.com.br/foco/2019/04/24/spcine-desmonte-audiovisual-governo.html
https://veja.abril.com.br/entretenimento/brasileiro-bacurau-vence-premio-do-juri-no-festival-de-cannes/

Marcado com , , , , ,

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: