Conexão energética entre a mulher e seu ventre

Há alguns anos comecei a estudar sobre sexualidade feminina, e a primeira coisa que tive que entender foi a minha ligação com o meu próprio útero, digo isso, pois depois de passar por uma alteração benigna de células cancerígenas  no colo do útero e mais tarde uma endometriose que quase me fez perder as trombas e os ovários hoje tenho plena consciência de o quanto é importante uma conexão energética entre a mulher e seu ventre.

Entrar em contato com o útero e suas camadas mais íntimas são essenciais para a saúde física e energética da mulher. Para que possamos nos abrir e nos conectar com antigas feridas é necessário criar um ambiente  de amor e proteção, ou seja, uma zona livre de tensão. Quando nós mulheres nos sentimos ameaçadas pelo mundo exterior, o medo de sermos ferida vem a tona e isso pode nos impedir de ir mais a fundo. Por isso proporcione a si mesma um ambiente do qual goste, de modo que possa desenvolver uma relação de amor com o seu próprio útero para que ele revele todos os seus tesouros, necessidades e problemas. 

A minha proposta para essa conexão é um momento de meditação, ouço de muitas mulheres que não sobra tempo para sentar e meditar, ou seja, não sobra tempo para olharem para elas mesmas. Eu sei exatamente o que é isso, até alguns anos atrás eu desenvolvi  algumas doenças por pura falta de conexão comigo mesma, do lado energético a endometriose da qual me curei era a minha falta de auto estima, amor próprio e auto confiança. A importância de conhecermos o lado energético de cada doença é enxergarmos nossas sombras e nossos pontos a desenvolver e curar.

Para meditar você pode tirar apenas alguns minutos, talvez em um quarto com a porta fechada longe de telefone ou até em meio a natureza, você vai se adaptando conforme sua rotina e vida diária.

Sente-se ou deite-se confortavelmente e feche os olhos.

Coloque as mãos sobre o útero e comece a respirar e a sorrir para ele. Ao expirar, mergulhe um pouco mais fundo.

Transfira toda a sua consciência para o útero. Passe a olhar para ele, ouvi-lo e cheirá-lo.

Devagar, entre em contato com ele e sinta-o para descobrir como ele está e o que está carregando internamente.

Para terminar, encha-o com os perfumes do seu coração e, então, centre-se.

Não se preocupe se não experimentar sensações claras imediatamente. Pode ser que alguns pensamentos e imagens não signifiquem nada para você. Ou que você continue sendo distraída por outras coisas, também é muito comum que as mulheres fiquem inquietas ou cansadas e sintam sono. Procure manter-se acordada e continue com a respiração. Dormir também é relaxante e saudável, mas para conhecer seu útero, você precisa ampliar a consciência para se desfazer de antigos padrões, e isso não é possível durante o sono.

Outra maneira de também entrar em contato com seu útero é escrevendo uma carta, lembra da sua infância onde escrevia “Meu querido diário…” aqui você vai escrever “Meu querido útero” e relatando em um papel o que vem em mente, pode ser algum momento intimo de algum relacionamento presente/passado ou até mesmo uma carta pedindo perdão pelos momentos você não se conectou com ele, deixando de lado seu amor próprio.

Não a certo nem errado, a intenção aqui é a conexão com o útero e a liberação de memórias presas. É um assunto muitas vezes ignorado entre nós mulheres, mas depois que tomamos consciência da importância da nossa conexão com o útero energético, temos um olhar redobrado para ele. Mesmo mulheres que já retiraram o útero físico, tem seu útero energético e podem se conectar.

Postado por: Regiane da Matta | Siga no Instagram: @ciclosdamatta

Marcado com , , , ,

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: